7 de mar de 2017

Protetor de pescoço pode ser solução contra cerol



Algumas fábricas de itens de segurança para motociclistas estão produzindo um protetor de pescoço que promete evitar ferimentos causados por linhas de pipa com cerol. O equipamento tem custo atrativo e parece ser eficiente para substituir as antenas, que podem ferir em quedas.

Esse novo produto envolve o pescoço e fica com a parte inferior sob a jaqueta e a superior dentro do capacete, de modo que não gire ou deixe pele descoberta. Na parte frontal há proteção metálica embutida. Encontramos à venda no Mercado Livre três modelos de fábricas diferentes. 



O da X11 custa cerca de cinquenta reais e é produzido com Neoprene de 3 mm de espessura, um material elástico, aderente e resistente à chuva. Por dentro tem quatro fios de ferro de 1,8 mm e é regulado por velcro. Disponível apenas na cor preta. O da HLX tem formato semelhante e seis fios de aço. Custa cerca de R$ 75,00.

Também de Neoprene, o modelo da Kavallero (foto inicial) chega até o nariz e tem cinco fios de aço de 4,2 mm revestidos com PVC, além de uma camada de poliéster. Deve proteger melhor contra linhas com cerol e também contra o frio. Custa cerca de R$ 130,00.