12 de set de 2016

Seja você a mudança no Trânsito

Acredito muito no poder da influência, seja para o bem ou o mal. Acredito porque nós gostamos de repetir, fazer o que já foi feito, sentimo-nos encorajados a fazer somente quando vemos outra pessoa fazê-lo. Para mim a frase popular "a palavra convence e o exemplo arrasta" faz todo o sentido.

A Semana Nacional do Trânsito 2015 (18 a 25 de Setembro) tem como lema "seja você a mudança no trânsito". Ele é como um convite à tarefa de ser agente de mudança, agente transformador. E não daqueles agentes que vestem camiseta e saem distribuindo panfletos pelas ruas, mas aquele que não tem vergonha de fazer o que é certo e pilota de forma a dar bons exemplos por onde passa.

Muitas pessoas — especialmente do interior — têm vergonha de fazer o que é certo por medo de serem chamadas de bobas e preferem seguir os erros dos outros. Pura bobagem. Além de ser uma obrigação do motociclista, fazer o que é certo é importante para endossar bons comportamentos, ou seja, mostrar como deve ser feito.

Mas é preciso cautela. Antes de influenciar é preciso saber o que é certo porque ensinar errado é pior que não ensinar. É importante buscar informações no Código de Trânsito e publicações sérias para obter conhecimento e só assim tornar-se um agente de mudanças.

Há um grupo bem grande de pessoas que conhecem as regras de trânsito e simplesmente não as respeitam, talvez por considerá-las desnecessárias para a situação ou mesmo achar-se acima delas. E não são políticos e empresários mal educados os únicos que costumam fazer isso; donos de motos populares também costumam subestimar as leis de trânsito. Saber e não praticar é o mesmo que não saber.

Quero convidar você a ser um agente de mudanças em sua família e em sua comunidade. Aos poucos o site Motociclista do Bem está se tornando uma boa fonte de referência e em breve distribuirá cartilhas impressas e em PDF para facilitar ainda mais o aprendizado. Lembre-se de ser um motociclista exemplar em seu meio. Seja VOCÊ a mudança.